Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Samambaia de tapera, depois de Araruna (PR) - 1955
Vista do município de Araruna : construção típica (PR) - 1957
Praça na cidade de Araruna (PR) - s.d.

História

No início Araruna era conhecida como Caminho de Peabiru que segundo Romário Martins, era uma via de comunicação pré-colombiana. Por esse caminho, transitaramm, no século XVI, numerosas pessoas e expedições.
Clasio Felipe Rodrigues (1923), Hypolito Myszkowski (1940), Antonio Rangon (1940), Umbelina maria de Jesus (1940), Elena Riba Wonsik (1941), Zoraido Cazarin (1942), Angelino e Pedrinha Tonette (1942), Isidora Primão(1942), Vivina Casarin Maiolli (1943), Luíza Casarin de Oliveira (1944), Paulo Toledo, João Antonio Rodrigues, João Ribeiro, Ernesto Martins Tavare, João Martins Tavares, Sebastião Inácio Faria, José Maria de Faria, Joaquim Emídio de Faria, Amélio Manoel da Silva, izidoro Pintro (1948), Carlos Pereira de Lima (1949), Iraci Alves (1950), Luiz Antonio Rosa (1950), Alberto Toigo (1951), Antonio de Souza Pereira (1951), Lau Badocco (1951), Abelardo Montenegro (1952), Etelvina Camargo (1952), Francisco Feitosa dos Santos (1953), Thereza Guarido Ryal Zawadzki (1956), foram os pioneiros que acompanhados das suas respectivas famílias se instalaram à margem da estrada da bioadeira que conduzia ao Porto de São José e ao estado de Mato Grosso, que era um caminho inicial da histórica e pequena estrada de São Tomé.
Observando a Inspetoria de Terras do Departamento de Geografia, Terras e Colonização do Estado, que o povoado estava progredindo e que devia ter sua obra de urbanização coadjuvada pelo poder público, resolveu incluir no seu plano de urbanização das cidades do interior a nascente povoação de Araruna, cuja denominação foi dada pelo Sr. Sady Silva, funcionário daquele Departamento, em 1951.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Araruna, pela Lei Estadual n.º 790, de 14-11-1951, com terras desmembrados dos municípios de Campo Mourão e Foz do Iguaçu, subordinado ao município de Peabiru.
Elevado à categoria de município com a denominação de Araruna, pela Lei Estadual n.º 253, de 26-11-1954, desmembrado de Peabiru. Sede no antigo distrito de Araruna. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-11-1955.
Pela Lei Municipal n.º 12, de 24-04-1955, é criado o distrito de Cianorte e anexado ao município de Araruna.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Araruna e Cianorte.
Pela Lei Estadual n.º 2.412, de 13-07-1955, desmembra do município de Araruna o distrito de Cianorte. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 6, de 17-03-1956, é criado o distrito de São Vicente e anexado ao município de Araruna.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Araruna e São Vicente.
Pela Lei Municipal n.º 113, de 25-10-1962, é criado o distrito de Nova Brasília (ex-quilômetro 42) e anexado ao município de Araruna.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 3 distritos: Araruna, Nova Brasília e São Vicente.
Pelo Ofício n.º 1.760, de 19-06-1980, da Dege, o distrito de Nova Brasília foi extinto em decorrência da Lei Estadual n.º 4.683, de 23-01-1963, que criou o distrito de São Vicente.
Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 2 distritos: Araruna e São Vicente.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

Araruna (PR). Prefeitura. 2012. Disponível em: http://www.araruna.pr.gov.br. Acesso em: set. 2012.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0