Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Pinheiros em Araucária (PR) - 1955
[Praça Vicente Machado : vista panorâmica da cidade] : Araucária, PR - [19--]
Vista parcial [da cidade] : Araucária, PR - [19--]
Prefeitura Municipal : Araucária, PR - [19--]
[Escola Vicentina Sagrado Coração de Jesus] : Araucária, PR - [19--]
Fórum : Araucária, PR - [19--]

História

Na época do descobrimento do Brasil, a região onde está localizada Araucária, já era conhecida como Tindiqüera. Viajantes que aqui estiveram nos séculos XVI e XVII, bem como os mapas da época, localizavam as grandes aldeias indígenas, aparecendo entre estas a de Tindiqüera.
Em 1.668, o Capitão Mor Gabriel de Lara doou uma sesmaria a Domingos Rodrigues da Cunha e seus filhos na região de Tindiqüera. No final do século XVII, eram proprietários de terras na região o Alferes Gaspar Carrasco do Reis, Luiz da Cunha, Garcia Rodrigues Velho, o Capitão Manoel Ricam de Carvalho e o médico prático Paschoal Fernandes Leite, entre outros. Os habitantes de Tindiqüera, bem como de todo Paraná, viviam em extrema pobreza.
Em 1.837, a Capela de Nossa Senhora da Luz de Tindiqüera foi elevada a Capela Curada, um ano depois foram estabelecidas as primeiras divisas do bairro. Gradativamente, a população foi transferindo-se para as margens do Rio Iguaçu, e a sede do curato de Tindiqüera passa para o local em que estava a capela de 'Nossa Senhora dos Remédios do Yguassú'.
Através da Lei Provincial Nº 021, de 28 de fevereiro de 1.858, foi criada a Freguezia do Iguassú. Em 1.868, a Freguezia do Iguassú foi desligada de Curitiba e anexada como distrito de São José dos Pinhais até 1.888, quando volta a ser administrado por Curitiba.
A partir de 1.876, começou a corrente imigratória, isto no tempo do Império, principalmente por poloneses seguidos por alemães, italianos, ucranianos, que notavelmente deram à região um surto de progresso. Na década de 1950, iniciou a imigração japonesa.
A criação do Município deve-se ao encaminhamento feito pelo Major Sezino Pereira de Souza (chefe político da região), redigido pelo médico Dr. Victor do Amaral, de uma petição em forma de abaixo-assinado ao então Governador do Estado, o contra-almirante José Marques Guimarães, solicitando que a Freguezia do Iguassú fosse elevada a Vila e logo em seguida, fosse criado o município.

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de Nossa Senhora dos Remédios do Yguassú, por Lei Provincial n.º 21, de 28-02-1855, no município de Curitiba.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Araucária, por Decreto Estadual n.º 40, de 11-02-1890, desmembrado de Curitiba. Sede no antigo povoado de Iguassu. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-03-1890.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pela Lei Estadual n.º 2, de 10-10-1947, é criado o distrito de Guajuvira (ex-povoado) e anexado ao município de Araucária.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Araucária e Guajuvira.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

Araucária (PR). Prefeitura. 2014. Disponível em: http://www.araucaria.pr.gov.br. Acesso em: fev. 2014.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0