Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Plantação de café prejudicada pelas geadas, entre Mandaguari e Marialva. (PR) - 1955

História

MANDAGUARI PARANÁ Monografia - nº 216 Ano: 1959
ASPECTOS HISTÓRICOS
APRECIÁVEL surto de progresso atingiu o Estado do Paraná nos últimos decênios, principalmente nas zonas do norte e oeste, para onde se deslocaram consideráveis contingentes humanos em busca das terras roxas propícias à lavoura, sobretudo de café. Essa penetração de colonos fez-se por etapas e foram surgindo, em determinados períodos, inúmeros núcleos populacionais, que rapidamente se desenvolveram.
A CIA. de Terras do Norte do Paraná (atual CIA. de Melhoramentos Norte do Paraná), através, de um plano de loteamento, procurou disciplinar o povoamento, estabelecendo em Londrina o centro de irradiação de seus negócios.
O geógrafo Nilo Bernardes, em estudo que realizou, assim se refere à expansão do povoamento nas zonas florestais do Norte do Estado: 'A fronteira do povoamento, que até então pouco se afastava da borda ocidental dos Campos Gerais, por volta de 1860 começou a mover-se para oeste. A princípio lentamente, como que a vencer a inércia em que se achava, e depois ora mais ora menos rapidamente, conforme o local e as circunstâncias, o avanço desta fronteira acelerou-se de tal modo a partir de 1900 que bastou mais meio século para quase alcançar as barracas do rio Paraná'.
Há cerca de 22 anos surgiram as bases do atual Mandaguari, e para isso muito contribuiu o prolongamento da estrada de rodagem que vinha pelo espigão divisor formado entre os rios Tibagi e Ivaí começou como vila, em 1937, sendo-lhe dado o nome de Vitória e, mais tarde, Lovat, em homenagem a Lord Lovat, um dos antigos diretores da CIA. de Terras.
O esforço dos colonos a fertilidade da terra, que o progresso da região traria, em poucos anos transformaram o povoado em próspero município.
Formação Administrativa
Mandaguari assim pode ser resumida: em 1937, como Vila de Lovat, era subordinada administrativamente a Londrina; em 30 de dezembro de 1943, pelo Decreto-Lei no. 199, foi elevada a distrito judiciário (já com o nome atual), passando a integrar o Município de Apucarana e recebendo parte do território do distrito de Caviúna; a Lei estadual nº.2, de 10 de outubro de 1947, elevou-o à categoria de Município, constituído pelos distritos de Mandaguari (sede), Marialva, Maringá e Paranavaí. Esses três últimos, por força da Lei estadual 790, de 14 de novembro de 1951, desligaram-se de Mandaguari, elevados que foram à condição de Municípios, o que reduziu a constituição da Comuna somente ao distrito-sede. Assim permanece por ocasião da divisão territorial fixada em 31 de dezembro de 1958.
Mandaguari é sede de Comarca de 3ª Entrância.
Durante a segunda guerra, as cidades que tinham o nome de origem alemã foram substituídas. Por acharem que Lovat era de origem germânica, o patrimônio de Lovat teve o nome alterado para Patrimônio Mandaguari.
O nome Mandaguari tem origem indígena, que designava uma espécie de abelha existente na região e que ainda leva esse nome (da família dos Melipônidas).
Mas a atribuição desse nome, deveu-se, provavelmente originado do nome do ribeirão que delimitava com Jandaia do Sul.
Atualmente denominado de Barbacena, constava nos mapas de 1939 com o nome de Mandaguaí, retificado posteriormente para Mandaguari.
Em 1944, os novos mapas do Departamento de Geografia, Terras e Colonização de Curitiba, trazia o nome de ribeirão Barbacena no lugar do ribeirão Mandaguari.
Gentílico: Mandaguariense.

Alterado em: 12/09/2008.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0