Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município
Veja mais fotos

História

Este lugarejo tinha o nome de Guaritá por conta da exuberância da madeira do mesmo nome. Surgiu no povoamento do Norte do Paraná a reboque de Paranavaí sua maior influência mas, ligado a Paraiso do Norte. Seus habitantes primeiros: mineiros, paulistas e catarinenses, exploraram as matas e plantaram café, o boom dos anos 50 e 60. O lugarejo cresceu e foi atrás de sua emancipação, conseguiu-a em 1960, mas já na sua primeira eleição já apresentava sinais de encolhimento tanto que uma das primeiras leis de sua câmara foi proibir que os moradores que saíssem levassem suas casas de madeira junto com a mudança.
Um lugar plano com suas ruas de areião e páteo da Igreja. Citando alguns moradores dos anos 60 o farmacêutico Bráulio, misto de médico e receitador de remédios, sua esposa, a eterna diretora do grupo escolar a D. Ilma, a dona Iara a primeira professora de todo mundo e o seu Vidal seu marido, os Tormena, a fazenda dos Pires que produzia uma cachaça inesquecível.
Meu pai, o seu Pedro, marcenerio, tocou o único cinema que a cidade teve, foi suplente na primeira vereança, mas mudou-se, tambem, com a familia em 63 quando sua marcenaria pegou fogo e não sobrou nada a não ser a família com seis filhos para suprir o sustento, mas levou o que conseguiu desmontar do interior da casa de madeira que pela lei permitia deixar a casca, telhado e paredes externas, e com a madeira da parte interna ainda construir a casa no novo local Paraiso do Norte.

Fonte

depoimento de Valdir Luiz Dubiela que lá viveu dos seus 3 meses em janeiro de 1953 até mudar-se em março de 1963. IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.25