Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Aspecto do relevo de grandes várzeas enquadradas por pequenas elevações, (250/300 ms.). Fica 2 Km. de Aperibé, vendo-se ao fundo os primeiros alinhamentos da Cadeia Frontal (RJ) - 1957
Aspecto do relevo de grandes várzeas enquadradas por pequenas elevações, (250/300 ms.). Fica 2 Km. de Aperibé, vendo-se ao fundo os primeiros alinhamentos da Cadeia Frontal (RJ) - 1957
Aspecto do relevo de grandes várzeas enquadradas por pequenas elevações, (250/300 ms.). Fica 2 Km. de Aperibé, vendo-se ao fundo os primeiros alinhamentos da Cadeia Frontal (RJ) - 1957

Mais fotos

História

A origem dos municípios de Santo Antônio de Pádua e Aperibé remonta ao século XVIII, quando frades capuchinhos empenharam-se em catequizar indígenas da região, sendo alvo de inúmeros ataques.
Somente no século XIX veio a ser dado novo impulso às obras missionárias, fazendo com que fosse construída capela nas proximidades do Rio Pomba, consagrada a Santo Antônio de Pádua, em torno da qual se reuniram famílias indígenas pacíficas.
O desenvolvimento da região levou o governo, em 1843, a criar a freguesia de Santo Antônio de Pádua, sob jurisdição de São Fidélis. A freguesia progrediu rapidamente, sobretudo no setor agrícola, emancipando-se de São Fidélis em 1882, elevada a categoria de vila. Primeiramente dedicado à cafeicultura, o fluxo migratório proveniente de Campos desenvolveu a cana-de-açúcar, consolidando a evolução econômica e demográfica.
A implantação do sistema ferroviário determinou a formação de diversos sítios urbanos, geralmente a partir das estações, como é o caso das sedes distritais de Baltazar e Paraoquena, e de Aperibé, emancipado mais recentemente.
Posteriormente, em outra realidade econômica, as rodovias cumpririam o papel antes desempenhado pela estrada de ferro, surgindo novos núcleos, como Marangatu, Ibitiguaçu e Monte Alegre.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Aperibé, por deliberação Estadual, de 19-09- 1891.
O distrito de Aperibé teve confirmada sua criação por Decretos Estaduais n.º 1 e 1-A, de 08-05-1892 e 03-06-1892.
Pela Lei Estadual n.º 291, 06-12-1895, o distrito de Aperibé passou a denominar Chaves do Faria.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Chaves do Faria figura no município de Santo Antônio de Pádua.
Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao de 1933.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.056, de 31-12-1943, o distrito de Chaves do Faria voltou denominar-se Aperibé.
Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o distrito de Aperibé permanece no município de Santo Antônio de Pádua.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1991.
Elevado à categoria de município com a denominação de Aperibé, pela Lei Estadual n.º 1.985, de 10-04-1992, desmembrado de Santo Antônio de Pádua. Sede no antigo distrito de Aperibé. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.
Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2019.

Fonte

Aperibé (RJ). Prefeitura. [2009]. Ofício encaminhado ao IBGE contendo o histórico do município.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.13