Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

O município primitivamente foi chamado de Caieira, em virtude de grande quantidade de depósitos calcário existentes na região. Do comércio incipiente, originou-se pequena feira, a Feira da Caieira, assim designada por ser realizar nas proximidades de uma caieira. Em 1902, foi erigida a Capela, em torno da qual se formou o primeiro núcleo de habitações.
Nome dado em homenagem ao ilustre prefeito e Senador da República Almino Álvares Afonso, natural do lugar.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Almino Afonso, pela Lei Estadual n.º 603, de 31-10-1838, subordinado ao município de Patu.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Almino Afonso figura no município de Patu.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VI-1950.
Elevado à categoria de município com a denominação de Almino Afonso, pela Lei Estadual n.º 912, de 24-11-1953, desmembrado de Patu. Sede no antigo distrito de Almino Afonso. Constituído de 2 distritos: Almino Afonso e Olho-D’Água dos Borges, ambos desmembrados do município de Patu. Instalado em 26-01-1954.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Almino Afonso e Olho-D`Água dos Borges.
Pela Lei Estadual n.º 2.998, de 17-12-1963, é desmembrado do município de Almino Afonso o distrito de Olho-D’Água do Borges. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2018.

Fonte

CASCUDO, Luís da Câmara. Nomes da terra: história, geografia e toponímia do Rio Grande do Norte. Natal: Fundação José Augusto, 1968. p. 156-157.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33