Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município
Veja mais fotos

História

Habitavam primitivamente a região os índios da tribo Pataxó, pertencente à nação gê ou tapuia. Acredita-se que as primeiras penetrações no território ocorreram em 1760 e que o fundador do povoado é o tenente Antonio Lopes Viegas, descendente da família Dias Machado. Consta que em 1783, quando foi criada a Vila Nova da Princesa (hoje cidade do Açu), abrangendo os Municípios de Açu, Angicos, Macau e Santana do Matos, já se localizavam no território de Angicos diversas fazendas de criar.
Abaixo do rio Pataxó havia ainda uma parte de terra assim distribuída: 6 Km do capitão-mor Baltazar da Rocha Bezerra; 6 Km do coronel Miguel Barbosa Bezerra; 18 Km do coronel Antônio da Rocha Bezerra. Essas posses estão registradas nos 'autos de medição de terras', de 1756.
O topônimo vem de angico, árvore de grande aspecto muito comum no Norte.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de Angicos, por Resolução do Conselho do Governo, de 11-04-1833.
Pelas Leis Povinciais n.º 26, de 28-03-1835 e 158, de 02-10-1847, a vila é extinta, sendo seu território anexado ao município de Macau.
Elevado à categoria de município, Pelas Resoluções Provinciais n.º s 9, de 13-10-1836 e 219, de 27-06-1850, desmembrado de Macau. Sede na povoação de Angicos. Instalado em 08-12-1850.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto Estadual n.º 603, de 31-10-1938, são criados os distritos de Afonso Bezerra, Epitácio Pessoa e Fernando Pedrosa e anexados ao município de Angicos.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Angicos, Afonso Bezerra, Epitácio Pessoa e Fernando Pedrosa.
Pela Lei Estadual n.º 146, de 23-12-1948, é desmembrado do município de Angicos o distrito de Epitácio Pessoa. Elevado à categoria de município com a denominação de Pedro Avelino.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Angicos, Afonso Bezerra e Fernando Pedrosa.
Pela Lei Estadual n.º 20, de 27-10-1953, é desmembrado do município de Angicos o distrito de Afonso Bezerra. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Angicos e Fernando Pedrosa.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-I-1991.
Pela Lei Estadual n.º 6.301, de 26-06-1992, é desmembrado do município de Angicos o distrito de Fernando Pedrosa. Elevado à categoria de município com a denominação de Fernando Pedrosa.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2018.

Fonte

Angicos (RN). Prefeitura. 2017. Disponível em: http://angicos.rn.gov.br/index.php/historia. Acesso em: nov. 2017.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.25