Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Não há fotos para este município

História

Patu Rio Grande do Norte - RN

Histórico
O povoamento teve início em 1718, com a concessão de uma sesmaria ao padre Francisco Pinto de Araújo, na Serra do Patu. Mais tarde, em 1742, o Capitão Leandro Saraiva de Moura destacava-se como proprietário de Patu de Fora, e, posteriormente, do Sítio Boqueirão no ano de 1755. A primeira residência da localidade foi construída pelo Sr. Raimundo Basílio.
O principal destaque no início da criação de Patu foi o Coronel Antônio de Lima Abreu Perreira, Comandante do Regimento de Ordenanças da Ribeira do Apodi, na Serra do Patu, que no ano de 1758, fez doação de terras para a construção da Capela de Nossa Senhora dos Impossíveis, erguida na majestosa serra que ficou conhecida como a Serra do Lima.
No dia 25 de setembro de 1890, através da Lei nº 53, Patu desmembrou-se de Martins, tornando-se município do Rio Grande do Norte. É sede de comarca com 01 termo: Messias Targino.
Gentílico: patuense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Patu, pela resolução provincial nº 260, de 03-04-1852, subordinado ao município de Martins.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Patu, pelo decreto lei estadual nº 53, de 25-09-1890, desmembrado de Martins. Sede no atual distrito de Patu. Constituído do distrito sede. Instalado em 02-11-1890.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pela lei estadual nº 603, de 31-10-1938, são criados os distritos de Almino Afonso e Olho- D’
Água do Borges e anexado ao município de Patu. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Patu, Almino Afonso e Olho-D’Água do Borges. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950. Pela lei estadual nº 912, de 24-11-1953, desmembra do município de Patu os distritos de Almino Afonso e Olho-D’Água do Borges, para formar o novo município de Almino Afonso. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.21.2