Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

[Paróquia] Nossa Senhora do Livramento : Taipu, RN - [19--]
Poço Tubular : Taipu, RN - [19--]
Escola Municipal de Barreto : Taipu, RN - [19--]
Praça 10 de Março : Taipu, RN - [19--]
Boi : Taipu, RN - [19--]
[Paróquia] Nossa Senhora do Livramento : Taipu, RN - [19--]

História

Taipu Rio Grande do Norte - RN

Histórico
O povoamento da região teve início no aldeamento situado nas terras da Fazenda Tabuleiro do Barreto, onde foram encontrados muitas objetos de fabricação indígena. Outros sinais da forte presença de tribos indígenas na região também, foram achados na Lagoa do Tapuio e em outras fazendas da localidade.
Inicialmente denominada Picada, devido à sua localização geográfica entre o final do Sertão e o início da Zona da Mata, a localidade teve seu desenvolvimento impulsionado no século XIX com a participação efetiva de Jorge Pegado Galvão, Marcos Pereira dos Santos, Bernardo Gadelha, André Soares da Silva e Joaquim José da Costa, considerados fundadores do povoado, que chegou a condição de distrito em 1851. Nesse mesmo ano teve início a construção da capela de Nossa Senhora do Livramento que após 30 anos foi concluída, também, já existia na localidade uma escola.
Em 28 de junho de 1889, o distrito de Picada mudou de nome, passando a se chamar Taipu, palavra que origina-se de Itaipi, nome do aldeamento indígena da região. Nessa mesma data foi instalada a delegacia de polícia e suas terras foram desmembradas do município de Touros, passando a pertencer ao município de Ceará Mirim. Com a mudança de nome, a terra buscou voltar as suas origens, à seus primeiros tempos, numa referência direta aos seus primeiros habitantes.
O desenvolvimento do distrito veio a se consolidar em 1907, com a implantação da estrada de ferro ligando Taipu a Natal, proporcionando uma ampliação do mercado consumidor e o escoamento mais eficiente da produção agrícola. Em 10 de março de 1891, através do Decreto nº 97, Taipu desmembrou-se de Ceará Mirim, tornando-se município do Rio Grande do Norte.
Gentílico: taipuense

Formação Administrativa
Elevado à categoria de vila com a denominação de Taipu, pelo decreto estadual nº 97, de 18-031891, desmembrado do município Ceara-Mirim. Sede na povoação de Taipu. Constituído do distrito sede. Instalado em 03-04-1891.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído de 3 distritos: Taipu, Boa Vista e Baixa Verde.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede. Não figurando os distritos de Boa Vista e Baixa Verde.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
Pela lei estadual nº 2327, de 17-12-1958, é criado o distrito de Poço Branco ex-povoado e anexado ao município de Taipu.
Pela lei estadual nº 2328, de 17-12-1958, é criado o distrito de Barreto ex-povoado e anexado ao município de Taipu.
Pela lei estadual nº 2353-A, de 31-12-1958, desmembra do município de Taipu o distrito de Barreto. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Taipu e Poço Branco.
Pela lei estadual nº 2899, de 26-07-1963, desmembra do município de Taipu o distrito de Poço Branco. Elevado à categoria de município.
Pela lei estadual nº 2990, de 03-12-1963, é criado o distrito de Gameleiras e anexado ao município de Taipu.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Taipu e Gameleira.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.14