Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Derrubada à caminho de Boa Vista (RO) - 1968
Avenida Jaime Brasil : Município de Boa Vista - 1954
Blocos de canga e máquina britadora em Boa Vista (RR) - 1954
Blocos de canga e máquina britadora em Boa Vista (RR) - 1954
Moitas de capim perto do campo de aviação em Boa Vista (RR) - 1954
Caimbé perto do campo de aviação em Boa Vista (RR) - 1954
Veja mais fotos

Fotos da capital Boa Vista

História

O nome “rio Branco” foi dado por Pedro Teixeira, colonizador português que, em 1639, quando navegava de Belém para Quito pelo rio Solimões deparou-se com um grupo de índios que diziam ter vindo de um rio de águas brancas que existia no alto rio Negro. Teixeira chamou esse rio de “Branco”.
Os primeiros colonizadores a desbravar o rio Branco foram Francisco Ferreira e frei Jerônimo Coelho. Seus objetivos eram aprisionar índios e recolher tartarugas e seus ovos para fazer a manteiga que servia como combustível na iluminação pública da cidade de Belém do Pará, para onde os índios aprisionados eram levados como escravos.
Em 1741, o Governo enviou a primeira tropa de resgate comandada por José Miguel Aires para resgatar índios. A região sempre foi cobiçada pelos europeus. Os mais interessados eram os holandeses, ingleses e espanhóis, que diversas vezes tentaram ocupar a região.
Em 1789, o coronel Manoel da Gama Lobo d’Almada, governador da capitania do Rio Negro, visitando a região ficou encantado e introduziu o gado bovino. Logo em seguida, em 1794, o governo português criou, no rio Branco, as chamadas Fazendas do Rei: São Marcos (ainda existente), São José e São Bento.
De 1800 a 1890, a opressão dos nativos pelos colonizadores prosseguia, sendo marcado pela iniciativa de Manoel da Gama Lobo d’Almada de introduzir o gado nos campos naturais, o que atraiu brasileiros de outras regiões do País. Os nordestinos acossados pela seca rumaram para lá e se dedicaram à pecuária.
No período entre 1891 e 1943, o município de Boa Vista do Rio Branco floresceu, tendo sido criado em 9 de julho de 1890, e sua governança exercida por um superintendente (prefeito).
Em 1943, por uma decisão do então presidente Getúlio Vargas, foi criado o Território Federal do Rio Branco.
Como Território Federal, foi lançada a semente de uma colonização definitiva para Roraima. Imigrantes de diversos estados nordestinos ocuparam as primeiras colônias agrícolas. Na década de 1980 foram mais de 42 colônias agrícolas implantadas com largo incentivo para a vinda de colonos de outros estados.
Em 1962, de Território do Rio Branco passou a se chamar Território Federal de Roraima atendendo ao clamor popular, alegando enfrentar dificuldades com a confusão causada pela denominação da capital do Acre (Rio Branco).
Com a transformação do Território Federal no Estado de Roraima, por força de dispositivo da Constituição de 1988, a população passou a eleger seus governadores.

Fonte

RORAIMA. Departamento de Turismo do Estado de Roraima - Detur/Seplan. Disponível em: <http://www.turismo.rr.gov.br/site/>. Acesso em: dez. 2017.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.40