Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Não há fotos para este município

História

Até a década de 1930, uma mata muito fechada, quase intransponível, sobre uma superfície totalmente irregular, serviu para acobertar a maior jazida de ametistas do mundo. As primeiras pedras foram descobertas por acaso por agricultores e caçadores sob as raízes de árvores, córregos e áreas lavradas. Aos poucos foram aparecendo, no meio da densa floresta, trilhos que ligariam a localidade a vários outros povoados, como Iraí, Planalto, Barril (Frederico Westphalen) e Rodeio Bonito.
Com o término da Segunda Guerra Mundial, na década de 1940, o interesse pela exploração aumentou, devido ao grande valor comercial das pedras. Nessa época surgiram os primeiros garimpeiros, que faziam as escavações em forma de poço, com uma abertura lateral chamada de carregador, procedimento facilitado pela topografia acidentada da região.
Em meados de 1950, já se instalava um pequeno comércio local. Em frente a esse comércio, foi construído um pequeno altar no qual foi colocada a estátua do Arcanjo São Gabriel, que deu nome ao lugar até 1992. Nesse período começaram a chegar muitas famílias de origem italiana, vindas de Caxias do Sul, para trabalhar na agricultura, pois a terra era muito fértil. Também na década de 1950, foi instalada em São Gabriel uma escola rural de 1º grau incompleto, uma igreja foi edificada e novas estradas foram construídas.
Na década de 1960, a agricultura era muito forte na região, bem como a suinocultura. No início dos anos 1970 deu-se o auge da extração de pedras preciosas; o garimpo, até então feito ao ar livre, passou à forma de túneis, que atualmente podem atingir a profundidade de 800 metros. Com a instalação de grandes empresas exportadoras no distrito, os negócios começaram a prosperar, e começaram a chegar mais habitantes e mais máquinas para a exploração dos minérios.
Nos anos 1980 o povoado começava a ganhar ares de cidade, com ruas e avenidas bem-traçadas e calçadas, água canalizada, iluminação pública, linha telefônica, ginásio de esportes, hospital etc. Na década de 1990 iniciou-se o movimento emancipacionista, que alcançou seu objetivo em 20 de março de 1992, quando foi criado o município de Ametista do Sul, composto da seguinte forma: 65% de seu território desmembrado do município de Planalto, 5% de Rodeio Bonito e 30% de Iraí.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Gabriel (ex-povoado) pela Lei Municipal nº 416, de 16/08/1958, subordinado ao município de Iraí.
Pela Lei Estadual nº 4.692, de 26/12/1963, o distrito de São Gabriel é extinto e suas terras são anexadas ao novo município de Planalto, criado pela mesma lei.
Em divisão territorial datada de 31/12/1963, São Gabriel figura como simples povoado do distrito-sede de Planalto.
Pela Lei Municipal nº 13, de 15/07/1964, é criado novamente o distrito de São Gabriel e anexado ao município de Planalto.
Com a denominação de Ametista do Sul e desmembrado dos municípios de Planalto, Iraí e Rodeio Bonito, o município é criado pela Lei Estadual nº 9.570, de 20/03/1992. O município é instalado em 1º/01/1993, constituído do distrito-sede.
Pela Lei nº 260, de 14/12/1995, é criado o distrito de São Valentim da Gruta.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de dois distritos: Ametista do Sul e São Valentim da Gruta.
Assim permanece em divisão territorial datada de 2017.

Fonte

Ametista do Sul (RS). Prefeitura. [2009?]. Disponível em: https://www.ametistadosul-rs.com/histria-do-municpio. Acesso em: jun. 2017.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0