Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Depósito de Canoas (RS) - 1957
Depósito de Canoas (RS) - 1957
Depósito de Canoas (RS) - 1957
Depósito de Canoas (RS) - 1957
Depósito de Canoas (RS) - 1957
Depósito de Canoas (RS) - 1957

História

A história registra o ano de 1871 como o início do povoamento de Canoas, quando houve a inauguração do primeiro trecho da estrada de ferro que ligaria São Leopoldo a Porto Alegre. Canoas pertencia aos municípios de Gravataí e São Sebastião do Caí. O major Vicente Ferrer da Silva Freire, então proprietário da Fazenda Gravataí, aproveitou a Viação Férrea para transformar suas terras em uma estação de veraneio. Ponto de referência obrigatório, o local passou a ser designado Capão das Canoas. Logo, as grandes fazendas foram perdendo espaço para as pequenas propriedades, chácaras e granjas.
Em 1908, Canoas é elevada a Capela Curada, tendo por órago (santo que dá nome à igreja) São Luiz Gonzaga. Em 1938, assume a condição de Vila e, no ano seguinte, torna-se cidade e sede de município. Em 1937, a instalação do 3º Regimento de Aviação Militar (RAV), hoje o 5º Comando Aéreo Regional (V Comar), foi decisiva para a emancipação. O movimento emancipacionista foi liderado por Victor Hugo Ludwig, que levou ao general Flores da Cunha, interventor federal no Estado, as razões da emancipação.
A origem do nome Canoas foi motivada pelo fabrico de canoas, dirigido pelo Major Vicente, destinadas ao Porto do Sobrado.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Canoas, pelo Ato Municipal n.º 48, de 26-12-1912, subordinado ao município de Gravataí.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Canoas figura no município de Gravataí.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 3-1XII-1936 e 31-XII-1937.
Elevado à categoria de município com a denominação de Canoas, pelo Decreto Estadual n.º 7.842, de 30-06-1939, baixado com autorização contida do Decreto-lei Federal n.º 1.307, de 31-05-1939, desmembrado do município de Gravataí. Sede no antigo distrito de Canoas. Constituído de 2 distritos: Canoas e Berto Círio, este desmembrado do município de Caí. Instalado em 15-01-1940.
No quadro fixado apara vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Canoas e Berto Círio.
Pela Lei Municipal n.º 96, de 26-08-1949, o distrito de Berto Círio tomou a denominação de Santa Rita.
Pela Lei Municipal n.º 97, de 26-08-1949, é criado o distrito de Niterói e anexado ao município de Canoas.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Canoas, Niterói e Santa Rita (ex-Berto Círio).
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
Pela Lei Municipal n.º 579, de 30-12-1958, é extinto o distrito de Niterói, sendo seu território anexado ao distrito sede do município de Canoas.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Canoas, e Santa Rita.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988.
Pela Lei Estadual n.º 9585, de 20-03-12-1992, desmembra do município de Canoas o distrito de Santa Rita. Elevado à categoria de município com a denominação de Nova Santa Rita.
Em divisão territorial datada de 1999, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

Canoas (RS). Prefeitura. 2013. Disponível em: http://www.canoas.rs.gov.br. Acesso em: jul. 2013.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.20