Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

HISTÓRIA

Origem do nome: diminutivo de 'forqueta' = forquilhinha de arroio.

Em 1857, Forquetinha foi dividida em lotes coloniais e as primeiras famílias estabeleceram-se em seguida, próximo a Conventos, na margem esquerda do Arroio das Antas e na Barra da Forquetinha; em ambos os lados do Arroio Forquetinha, do Travessão de Conventos até a Linha Perau, porém, ligados às comunidades Católica e Evangélica de Conventos, pela proximidade.

A partir de 1870 e, principalmente, 1890, aconteceu a colonização no Vale do Forquetinha, propriamente dito; da ponte do Stork, em ambas as margens, até Nova Berlim da Forquetinha. Também no Vale do Arroio Alegre e Vale do Arroio Abelha, quando surgiram as primeiras escolas, igrejas e cemitérios.

O município de Forquetinha, emancipado de Lajeado, foi criado em 16 de abril de 1996 e oficialmente instalado em 1º de Janeiro de 2001, quando assumiram os primeiros administradores: Prefeito, Vice-Prefeito e nove vereadores.


CARACTERÍSTICAS

Gentílico: Forquetinhense

Forquetinha encontra-se inserido no Vale do Taquari, Estado do Rio Grande do Sul, distante 135 Km de Porto Alegre, formada por terras férteis, cortadas pelo arroio principal, que leva o seu nome.

Com área equivalente a 94 Km² e população de 2.548 habitantes (Contagem da População 2007-IBGE).


- Aspectos Físicos

A maior parte das florestas nativas encontra-se na zona rural, principalmente nos locais onde a declividade do solo é bastante acentuada. Estas florestas, por sua localização dentro do ecossistema estadual, caracterizam-se como estacionais deciduais, apresentando, entre outras espécies, açoita-cavalo, angico, araucária, canafístula, canela, cangerana, carvalho, cedro, erva-mate, grandiúva, grápia, guajuvira, ingá, cabriúva e louro.

Forquetinha situa-se a 18 km de Lajeado que está à margem direita do Rio Taquari, o mais importante rio da região. O município é banhado pelo Arroio Forquetinha, Arroio Alegre e o Arroio Abelha, sendo o Forquetinha o principal. A água de abastecimento do município é retirada de poços artesianos e fontes protegidas e não protegidas.

O solo do município é característico da região de depressão central, fase de transição entre a serra e a planície. Apresenta morros testemunhos, sedimentos fluviais, coxilhas suaves de planícies, patamares e terraços fluviais. Possui características argilo-arenosas com profundidades variando entre 1 e 1,30 metros. A altitude média é de 50m acima do nível do mar.
São encontrados dois tipos de rochas: o arenito (rocha sedimentar) situada na parte baixa e o basalto (rocha vulcânica).

O clima é subtropical com verão quente e inverno ameno. Há ocorrência eventual de geadas fortes (média aproximada de 10 dias/ano). A precipitação média anual varia em torno de 1.500 mm, com ocorrência de deficiência hídrica nos meses de janeiro e fevereiro e a umidade relativa do ar é alta, em média de 70% a 80%.

A concentração de pluviosidade nos meses de inverno e primavera provoca freqüentemente enchentes nas áreas baixas, próximas ao Arroio Forquetinha.


- Economia

As principais atividades econômicas do município estão alicerçadas na agropecuária, praticadas em pequenas propriedades rurais, com destaque à avicultura, suinocultura, produção leiteira e a agricultura diversificada, predominando o cultivo do milho.

No setor secundário se destacam as indústrias de calçados e confecções, estando também presentes indústrias de móveis, artefatos de cimento, usinagem e britagem asfáltica, ferraria, serralheria, telas de arame, olarias e cerâmicas.

No setor terciário, as principais atividades desenvolvidas são fretes, energia, comunicações, despachantes, vestuário, mercados e fruteiras, posto de combustível, farmácia, material de construção.


- Cultura

A maior parte da população descende de alemães e é bilíngüe, mantendo suas tradições e a cultura de seus antepassados (maioria proveniente da região do Hunsrück, mas também de outras regiões da Alemanha e, algumas famílias de holandeses, que se adaptaram perfeitamente ao dialeto Hunsrück, falado até hoje pela população).

Ainda existem no município construções antigas, marcadas pelo estilo 'Enxaimel', trazido pelos imigrantes alemães.

As manifestações artístico-culturais estão sendo resgatadas como as danças folclóricas alemãs, canto, jogos, e outras, e a grastronomia típica nos bailes e festas de Kerb, que acontecem alternadamente nas comunidades, durante o ano.

Fonte

IBGE PREFEITURA MUNICIPAL FAMURS
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33