Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

HISTÓRIA

O nome 'Marques de Souza' foi uma homenagem ao Conde de Porto Alegre, Manuel Marques de Souza.

Entre 1870 e 1880, sem poder precisar com exatidão, deu-se o início da colonização do atual município de Marques de Souza. Os colonizadores, em sua maioria, de descendência alemã, vieram da região de Nova Petrópolis. A localidade foi inicialmente chamada de 'Neu Berlin da Forqueta'.

Em 15 de agosto de 1886, foi fundado o Grupo de Canto Coral Apollo, formado só por homens, que ainda hoje existe, mantendo a tradição e em franca atividade. Em 24 de fevereiro de 1889 foi inaugurada a primeira igreja da localidade.

Pelo ato nº 596 de 04/07/1916, João Batista de Melo, Interventor do município mãe Lajeado, criou o 5º distrito de Lajeado, com a denominação de 'Nova Berlim', que foi instalado em 18/07/1916. Ainda em 1916, ocorreu a mudança do nome da localidade para o nome atual: 'Marques de Souza'.

O primeiro subintendente nomeado, foi o senhor Natalício Antonio Pereira. O Cartório de registros civis, também começou a funcionar em 1916, sendo o primeiro escrivão distrital, o senhor Álvaro da Costa Melo. A Sociedade Escolar Marques de Souza foi fundada em 1922.

O transporte rodoviário entre Marques de Souza e o município mãe (Lajeado), iniciou em 1924, quando Luiz F. Lange, mantinha um 'caminhão de passageiros' com 15 lugares. Em 1925 o alfaiate Guilherme Withölter comprou um automóvel e a partir daí, Marques de Souza teve o seu primeiro táxi.

Em 03 de outubro de 1933 foi fundado o primeiro clube de futebol do então distrito, que denominou-se de Esporte Clube Brasil, existente até hoje.

No início da década de 40, foi iniciada a construção do Hospital de Marques de Souza, que se encontra em franca atividade apesar das dificuldades, sendo considerado um Hospital micro-regional.

De 1942 a 1948, o local possuía uma indústria de Pedras Semi-preciosas, chegando a ter 42 empregados, mas até o fim da década de 50, esta empresa estava praticamente extinta.

Marques de Souza emancipou-se politicamente de Lajeado em 28 de dezembro de 1995, com o decreto assinado pelo governador da época, sendo que a Comissão de Emancipação foi presidida pelo senhor Nilvo Rubem Ritter, mais conhecido por Xerife, e tendo como vice o senhor Dorival Künzel.

Em 03 de outubro de 1996 ocorreram as primeiras eleições no município. O senhor Gelsy Elton Arend (PP) foi eleito o primeiro prefeito do município.


CARACTERÍSTICAS

A população total do município é de 4.043 de habitantes, de acordo com o Contagem da População 2007 - IBGE.
Sua área é de 125 km² representando 0.0466% do Estado, 0.0222% da Região e 0.0015% de todo o território brasileiro.
Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.795 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Gentílico: Marquesouzense
Ano de Instalação: 1997
Mesorregião: Centro Oriental Rio-grandense
Microrregião: De Lajeado-Estrela
Altitude da Sede: 69 m
Distância à Capital: 130 Km
Distância de Lajeado: 22 km


- Aspectos Físicos

O município, além da sede, é formado pelos Distritos de Bela Vista do Fão e Tamanduá, que também já eram distritos do município mãe, Lajeado.

É banhado em toda a sua extensão pelos rios Fão e Forqueta, tendo em suas margens instalados sete campigns, que recebem durante a temporada de veraneio, visitantes da grande Porto Alegre, cidades de outras regiões e até de Santa Catarina.

Marques de Souza é cortado, em 2/3 do seu território, pela BR-386.


- Economia

O município tem, em sua diversificação, um destaque especial voltado principalmente à produção primária, onde se destacam os setores avícola, suinícola e a pecuária leiteira. Outro setor que merece destaque é a produção de grãos, por contribuir com uma parcela importante no desenvolvimento do setor primário.

A avicultura é a atividade de maior desenvolvimento no município, seguida da suinocultura, em ambas as áreas, os agricultores são integrados a empresas do setor. Estas atividades estão relacionadas à característica das propriedades rurais (minifúndio), bem como ao tipo de terreno (acidentado).

Existem no município pequenas indústrias que trabalham com pedras semi-preciosas e duas pequenas indústrias de laticínios.


- Cultura

Os moradores dos distritos da Sede, e parte de Tamanduá, caracterizam-se em sua maioria por serem descendentes de origem alemã; exceto parte de Linha Atalho, que salienta-se pela miscigenação das raças.

No Distrito de Bela Vista do Fão, as localidades de Vasco Bandeira e Picada Serra, bem como parte do Distrito de Tamanduá, caracterizam-se pela descendência italiana.

Fonte

IBGE PREFEITURA MUNICIPAL FAMURS PNUD
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.39