Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Plantação de eucaliptos em Santa Cruz do Sul (RS) - 1954
[Igreja gótica em Santa Cruz do Sul : Catedral São João Batista (RS)] - 1954
Vista geral da cidade de Santa Cruz do Sul (RS) - 1954

Mais fotos
Carroça perto da Colônia Tereza : município de Santa Cruz do Sul (RS) - 1954
Lenha metrada de eucaliptos, no município de Santa Cruz do Sul (RS) - 1955
Vista de potreiro em Santa Cruz do Sul (RS) - 1955

Mais fotos

História

O município de Santa Cruz do Sul firma suas origens na antiga colônia de Santa Cruz criada a partir de 1847 no Município de Rio Pardo, Distrito de Serra do Botucaraí, entre a margem esquerda do rio Pardo e o arroio Taquarimirim.
Sua fundação resultou do propósito da Câmara Municipal de Rio Pardo, então próspero centro de comércio, de estabelecer comunicação com a zona serrana da Província para atrair o comércio àquela região.
Aberta a estrada, o governo da Província concedeu, em 1847, sesmarias a João Faria da Rosa e outros. Foram demarcados os primeiros lotes na Picada ou Linha Santa Cruz (antigo rincão de Santo Antônio), destinados a imigrantes alemães. Procedeu à medição das terras o engenheiro Francisco Augusto de Vasconcelos Almeida Pereira Cabral, auxiliado por João Guilherme Werlang.
A 19 de dezembro de 1849, iniciou-se o povoamento da colônia, sendo distribuídos lotes a Augusto Wutke, Frederico Tietze, Augusto Mandler, Gottlieb Pohl, Augusto Raffler e Augusto Arnold, provenientes da Silésia e da Prússia. Estes já encontraram, no Faxinal de João Faria, além deste, Gregório Silveira, José Rodrigues de Almeida e Agostinho Antônio de Barros. Em casa de João Faria Rosa eram acolhidos e abrigados os colonos recém-chegados, enquanto não ocupavam os seus lotes.
Nos dois anos subseqüentes chegaram novos imigrantes; servia como intérprete João Beckenkamp, função mais tarde desempenhada por Frederico Bruck.
Santa Cruz tornou-se uma das colônias mais prósperas do Sul do País. Face a esse desenvolvimento, tratou o governo provincial de escolher o local para a futura povoação, feito o que, promulgou lei de 25 de novembro de 1852, desapropriando parte da antiga propriedade de João Faria Rosa, então pertencente ao Comendador Antônio Martins da Cruz Jobim.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santa Cruz, pela Lei Provincial n.º 432, de 08-01-1859. Subordinado ao município de Rio Pardo.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Santa Cruz, pela Lei Provincial n.º 1079, de 31-03-1877, desmembrado do município de Rio Pardo. Sede na antiga vila de Santa Cruz. Constituído do distrito sede Instalado em 30-09-1878.
Por Ato Municipal n.º 10, de 03-02-1896, é criado o distrito de Pinhal a e anexado a vila de Santa Cruz.
Pela Lei Provincial n.º 1.814, de 28-06-1889, e Ato Municipal n.º 10, de 03-02-1896, é criado o distrito de Vila Teresa e anexado a vila de Santa Cruz.
Por Ato Municipal n.º 102, de 05-04-1905, é criado o distrito de Estância e anexada a vila de Santa Cruz.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Santa Cruz, pelo Decreto Estadual n.º 837, de 19-11-1905.
Por Ato Municipal n.º 113, de 30-12-1907, é criado o distrito de Monte Alverne e anexado ao município de Santa Cruz.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 6 distritos: Santa Cruz, Estância, Herval, Monte Alverne, Pinhal e Vila Teresa.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920.
Por Ato Municipal n.º 253, de 11-01-1923, é criado o distrito de Sinimbu e anexado ao município de Santa Cruz.
Por Ato Municipal n.º 272, de 15-12-1924, é criado o distrito de Trombudo e anexado ao município de Santa Cruz.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 8 distritos: Santa Cruz, Estância, Herval, Monte Alverne, Pinhal, Sinimbu, Trombudo e Vila Teresa.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 8 distritos: Santa Cruz, Estância, Herval São João (ex-Herval), Monte Alverne, Pinhal, Sinimbu, Trombudo e Vila Teresa.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 7.199, de 31-03-1938, os distritos de Estância, Herval São João e Vila Teresa tomaram as denominações, respectivamente, Sete Léguas, Erveiras e Teresa.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 7 distritos: Santa Cruz, Erveiras (ex-Herval São João), Monte Alverne, Sete Léguas (ex-Estância), Sinimbu, Teresa (ex-Vila Teresa) e Trombudo.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 720, de 29-12-1944, o município de Santa Cruz tomou a denominação de Santa Cruz do Sul.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 7 distritos: Santa Cruz do Sul (ex-Santa Cruz), Erveiras, Monte Alverne, Sete Léguas, Sinimbu, Teresa e Trombudo.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.
Pela Lei Municipal n.º 214, de 02-06-1953, o distrito de Sete Léguas tomou o nome de Serafim Schmidt.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 7 distritos: Santa Cruz do Sul (ex-Santa Cruz), Erveiras, Monte Alverne, Sete Léguas, Serafim Schmidt (ex-Sete Léguas), Sinimbu, Teresa e Trombudo.
Pela Lei Municipal n.º 442, de 19-07-1956, é criado o distrito de Gramado Xavier (ex-povoado), com território desmembrado do distrito de Serafim Schmidt e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 15, de 09-11-1956, é criado o distrito de Rio Pardinho e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 2, de 20-05-1957, é criado o distrito de Formosa e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 2, de 31-03-1958, é criado o distrito de Boa Vista e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 3, de 28-07-1958, é criado o distrito de Linha Santa Cruz e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 10, 29-12-1958, é criado o distrito de Paredão e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Estadual n.º 3.697, de 30-01-1959, é desmembrado do município de Santa Cruz do Sul o distrito de Teresa. Elevado à categoria de município com a denominação de Vera Cruz.
Pela Lei Municipal n.º 2, de 20-04-1959, é criado o distrito de Fontoura Gonçalves e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 13 distritos: Santa Cruz do Sul (ex-Santa Cruz), Boa Vista, Erveiras, Fontoura Gonçalves, Formosa, Gramado Xavier, Linha Santa Cruz, Monte Alverne, Paredão, Rio Pardinho, Serafim Schmidt, Sinimbu e Trombudo.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.
Pela Lei Municipal n.º 2.103, de 17-11-1987, é criado o distrito de Pinhal (ex-localidade de Pinhal de Santo Antônio), com terras desmembrada do distrito de Erveiras e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 2.186, de 09-11-1988, é criado o distrito de Alto Paredão (ex-localidade), com terras desmembrada do distrito de Monte Alverne e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 13 distritos: Santa Cruz do Sul (ex-Santa Cruz), Alto Paredão, Boa Vista, Erveiras, Fontoura Gonçalves, Formosa, Gramado Xavier, Linha Santa Cruz, Monte Alverne, Pinhal, Paredão, Rio Pardinho, Serafim Schmidt, Sinimbu e Trombudo.
Pela Lei Estadual n.º 9.578, de 20-03-1992, é desmembrado do município de Santa Cruz do Sul o distrito de Gramado Xavier. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 2.631, de 22-07-1994, é criado o distrito de São Martinho (ex-localidade) e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Pela Lei Municipal n.º 2.691, de 20-12-1994, é criado o distrito de Saraiva e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 14 distritos: Santa Cruz do Sul, Alto Paredão, Boa Vista, Fontoura Gonçalves, Formosa, Linha Santa Cruz, Monte Alverne, Pinhal, Paredão, Rio Pardinho, São Martinho, Saraiva, Serafim Schmidt e Trombudo.
Pela Lei Estadual n.º 9.578, de 20-03-1992, é desmembrado do município de Santa Cruz do Sul o distrito de Gramado Xavier. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 9.599, de 20-03-1992, é desmembrado do município de Santa Cruz do Sul o distrito de Trombudo. Elevado à categoria de município com a denominação de Vale do Sol.
Pela Lei Estadual n.º 9.614, de 20-03-1992, é desmembrado do município de Santa Cruz do Sul os distritos de Sinimbu e Herveiras, para constituir o novo município de Sinimbu.
Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 7 distritos: Santa Cruz do Sul, Alto Paredão, Boa Vista, Monte Alverne, Rio Pardinho, Saraiva e São Martinho.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.
Pela Lei n.º 5.433, 18-06-2008, é criado o distrito de São José da Reserva e anexado ao município de Santa Cruz do Sul.
Em divisão territorial datada de 2009, o município é constituído de 7 distritos: Santa Cruz do Sul, Alto Paredão, Boa Vista, Monte Alverne, Rio Pardinho, Saraiva, São José da Reserva e São Martinho.
Assim permanecendo em divisão territorial de 2014.

Fonte

Santa Cruz do Sul (RS). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.santacruz.rs.gov.br/municipio/historico-do-municipio. Acesso em: jan. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.11