Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Aspecto da superfície regular de 350 ms. perto de Santiago (RS) - 1959
Casa de madeira na região de Santiago, perto da localidade Cerca de Pedra (RS) - 1959
Aspecto da superfície regular perto de Santiago (RS) - 1959
Lavoura de milho : localidade Cerca de Pedra. Município de Santiago (RS) - 1959
Casa na região de Santiago, vendo-se ao fundo lavoura. (RS) - 1959
Aspecto da cidade de Santiago (RS) - 1959

História

O território do atual município de Santiago inscreve-se na chamada zona das Missões. Deve-se à situação geográfica o povoamento do núcleo, localizado num cruzamento de estradas entre a serra e a campanha, na chapada do Boqueirão. Ao tempo das sete reduções missionárias que dominaram a região, essa encruzilhada tornou-se caminho obrigatório e pouso de tropas fronteiriças, que dali marchavam para destinos divergentes.
Com a dominação portuguesa, as longas caravanas entre os Sete Povos e o Rio Pardo, evitavam, por impraticável, nos primeiros tempos, a feira de São Martinho e as planuras alagadiças do Rincão da Cruz, desfilando pela estrada jesuítica do Boqueirão até São Francisco de Assis, a oeste, de onde se dirigiam para o sul.
O historiador Hemetério Veloso da Silveira, ao passar por essas paragens, em 1856, participou da comissão de moradores que conseguiu de Inácio Gomes dos Santos a cessão da coxilha de seu rodeio para construção da capela e o traçado da vila, erigindo-se a capela, naquele ano, sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição.
Durante a Revolução Federalista de 1893, travou-se em Santiago a batalha de Carovi. Em 1923, os oposicionistas, com Assis Brasil à frente, levantaram-se em armas contra a continuação de Borges de Medeiros no Governo.
Deve-se o topônimo Santiago a um pioneiro assim chamado, de origem desconhecida, que se fixou na ponta de um capão e deu nome ao lugar - Boqueirão do Santiago.
Em 1884 foi criado o município de Santiago, com território desmembrado do de São Borja.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santiago do Boqueirão pela Lei Provincial n.º 589, de 26-12-1866, e por Ato Municipal n.º 20, de 27-09-1892, subordinado ao município de São Borja.
Elevado à categoria de município com a denominação de Santiago do Boqueirão, pela Lei Provincial n.º 1.427, de 04-01-1884, sendo desmembrado do município de São Borja. Sede na povoação de Santiago do Boqueirão. Instalada em 25-08-1884.
Por Ato Municipal n.º 20, de 27-09-1892, é criado o distrito de Carovi e anexado ao município de Santiago do Boqueirão.
Por Ato Municipal n.º 18, de 01-01-1898, é criado o distrito de Vila Flores e anexado ao município de Santiago do Boqueirão.
Por Ato Municipal de 06-01-1910, é criado o distrito de Ernesto Alves e anexado ao município de Santiago do Boqueirão.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município aparece constituído de 6 distritos: Santiago do Boqueirão, Carovi, Costa do Itu, Ernesto Alves, Rosário de Timas e Vila Flores.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 6 distritos: Santiago do Boqueirão, Carovi, Costa do Itu, Ernesto Alves e Vila Flores.
Por Ato Municipal n.º 124, de 31-12-1933, é criado o distrito de Itacorobi e anexado ao município de Santiago do Boqueirão.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município aparece constituído de 7 distritos: Santiago do Boqueirão, Carovi, Costa do Itu, Ernesto Alves, Itacorobi, Natividade e Vila Flores. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto Estadual n.º 7.199, de 31-03-1938, o município de Santiago do Boqueirão tomou o nome simplesmente de Santiago e o distrito de Vila Flores passou a chamar-se Flórida.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município é constituído de 3 distritos: Santiago, Ernesto Alves e Florida, sendo que os distritos de Carovi, Itacurubi e Unistalda, aparecem figurando como sub-distritos do município de Santiago.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950 o município é constituído de 3 distritos: Santiago do Boqueirão, Ernesto Alves e Flórida. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Pela Lei Municipal n.º 9, de 07-04-1965, foram criados os distritos de Carovi, Itacurubi, Tupantuba e Unistalda e anexados ao município de Santiago.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968 o município é constituído de 7 distritos: Santiago, Carovi, Ernesto Alves, Florida, Itacurubi, Tupantuba e Unistalda. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.
A Lei Estadual n.º 8.613, de 09-05-1988, alterada, pela Lei Estadual n.º 9.046, de 08-02-1990, desmembra do município de Santiago o distrito de Itacurubi, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1988 o município é constituído de 6 distritos: Santiago, Carovi, Ernesto Alves, Florida, Tupantuba e Unistalda.
A Lei Estadual n.º 10.648, de 28-12-1995, desmembra do município Santiago o distrito de Unistalda, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 2001 o município é constituído de 4 distritos: Santiago, Ernesto Alves, Florida e Tupantuba. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2015.

Fonte

Santiago (RS). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1959. v. 34. p. 195-201. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_34.pdf. Acesso em: jan. 2016.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0