Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

Brejo Grande Sergipe - SE

Histórico
Brejo Grande originou-se numa ilha que por Carta Régia de 24 de outubro de 1534, passou de Pernambuco para Sergipe, vindo a pertencer em 1921 ao Município de Neópolis (ex-Vila Nova).
A ilha desapareceu com a obstrução do canal que a separava do território da Capitania de Sergipe del’Rei levada a cabo pelo português José Alves Tojal.
Perto da foz do rio São Francisco, nos terrenos embrejados da referida ilha, após o ano de 1920, alagoanos, pernambucanos e cearenses enxotados pela seca, vieram ali residir, e auxiliados pelo Barão Bento de Melo fundaram a povoação de Brejo Grande que continuou como povoado até sua elevação à cidade e sede do Município de São Francisco, através da Lei Estadual nº 929 de 02 de outubro de 1926, o qual foi instalado vinte dias depois com território separado de Neópolis (Ex-Vila Nova).
A Lei Estadual nº 377, de 31 de dezembro de 1943, permutou mais uma vez o topônimo para Parapitinga, que com a denominação anterior não conseguiu se impor às populações ribeirinhas.
A rejeição dessas duas fracassadas denominações, fez que o aparecimento da Lei Estadual nº 554, de 06 de fevereiro de 1954, corrigisse e reconhecesse de direito uma situação de fato, devolvendo a antiga denominação de Brejo Grande, a qual desde sua fundação jamais fora abandonada.
Gentílico: brejo-grandense

Formação Administrativa
Elevado à categoria de município com a denominação de São Francisco pela lei estadual nº 939, de 02-10-1926, desmembrado de Vila Nova. Sede no atual distrito de São Francisco ex-povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 22-10-1926.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo decreto-lei estadual nº 337, de 31-12-1943, revogado pelo decreto de nº 533, de 07-12-1944, o município de São Francisco passou a chamar-se Parapatinga.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Parapatinga é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.
Pela lei estadual nº 554, de 06-02-1954, o município de Parapatinga passou a denominar-se Brejo Grande.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município de Brejo Grande ex-Parapatinga é constituído do distrito sede.
Pela lei estadual 823, de 24-07-1957, é criado o distrito de Ilhas das Flores expovoado e anexado ao município de Brejo Grande.
Pela lei estadual nº 916, de 30-01-1959, desmembra do município de Brejo Grande o distrito de Ilhas das Flores. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal
São Francisco para Parapatinga alterado, pelo decreto-lei estadual nº 377, de 31-121943,.revogado pelo decreto estadual nº 533, de 07-12-1944.Parapatinga para Brejo Grande alterado, pela lei estadual nº 554, de 06-02-1954.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.41