Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Depósito de leite, no caminho de Campos do Jordão (SP) - 1955
Vista da Pedra do Baú : Campos do Jordão (SP) - s.d.
Deslizamento de terra, subida para campos de Jordão (SP) - s.d.
Aspecto das terras cultivadas perto de Campos do Jordão (SP) - s.d.
Aspecto das terras cultivadas perto de Campos do Jordão (SP) - s.d.
Cultura tipo espinha de peixe perto de Campos do Jordão (SP) - s.d.

História

Em 20 de setembro de 1790, Inácio Caetano Vieira de Carvalho, tendo obtido carta de Sesmaria de três léguas nos campos do Capivari, no alto da serra da Mantiqueira, neles instalou a Fazenda Bonsucesso. Desde então, por questão de divisas, passou a ser hostilizado por João Costa Manso, sesmeiro da Fazenda São Pedro, que abrangia a região onde está a atual cidade mineira de Delfim Moreira, outrora Itagiba ou Itajubá Velho. De simples luta entre vizinhos, os acontecimentos foram evoluindo para a luta aberta entre as capitanias de São Paulo e Minas, por questões de limites. Vieira de Carvalho defendia os direitos de São Paulo e tinha o apoio integral das autoridades de Pindamonhangaba e da capitania, e Costa Manso, embora paulista, defendia os direitos de Minas e contava com o apoio das autoridades mineiras que,
na luta, intervinham com forcas armadas.
Com a morte de Vieira de Carvalho, em 1823, e a de Costa Manso, ocorrida no mesmo ano, a luta, praticamente, cessou. Os herdeiros de Vieira de Carvalho venderam a Fazenda Bonsucesso ao Brigadeiro Jordão, que faleceu antes de conhecê-la, embora tivesse mudado o nome da propriedade para Fazenda Natal. Esta ficou conhecida como os 'Campos do Jordão', devido ao hábito de ligar-se o nome do proprietário à propriedade. Finalmente o nome foi oficializado em homenagem ao Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Campos do Jordão pela Lei Estadual n.º 1.471, de 29-10-1915, subordinado ao município de São Bento do Sapucaí.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o distrito de Campos do Jordão figura no município de São Bento do Sapucaí.
Elevado à categoria de município com a denominação de Campos do Jordão pelo Decreto n.º 6.501, de 19-06-1934, sendo desmembrado do município de São Bento do Sapucaí. Sede no antigo distrito de Campos do Jordão. Constituído de 2 distritos: Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 2 distritos: Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943, o município é constituído de 2 distritos: Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 14.334, de 30-11-1944, o distrito de Santo Antonio do Pinhal volta a pertencer ao município de São Bento do Sapucaí.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Campos do Jordão (SP). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1957. v. 28. p. 208-210. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_28.pdf. Acesso em: jan. 2016.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0