Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Não há fotos para este município

História

CONCHAL SÃO PAULO
HISTÓRICO
Em terras do Governo do Estado de São Paulo, ocupadas pelas fazendas Nova Zelândia, Ferraz e Leme, compreendidas entre o rio Moji Guaçu e os ribeirões do Ferraz e do Leme, foram criados dois núcleos de colonização: Visconde de Indaiatuba e o de Conde de Parnaiba, em 28 de março de 1911.
Foram os primeiros moradores dos núcleos: Basílio Guidoti, Luiz Felipini, Misael de Lima, Basílio Pires, Eduardo Pulz, Teófilo Barbosa e Batista Paes.
O governo cuidou do saneamento da região e concedeu a abertura para instalação de estação de parada da Estrada de Ferro Funilense mais tarde, Estrada de Ferro Sorocabana.
A implantação dos núcleos de colonização constituiu uma tentativa de reforma agrária, visto que as fazendas eram divididas em lotes, vendidos a Brasileiros e imigrantes estrangeiros com condições de se dedicarem à lavoura.
O empreendimento era apoiado pela navegação do rio Moji Guaçu, praticada desde os fins do século XIX, concedida à Cia. Paulista de Estrada de Ferro, que permitia o escoamento da produção agrícola da região.
Os núcleos de povoamento foram agrupados em um só local onde, em 1910, Antônio Benedito de Oliveira Ferraz já havia fundado Conchal. À margem esquerda do ribeirão do mesmo nome.
O Distrito Paz foi criado nove anos após porém com a denominação de Engenheiro Coelho, em Moji Mirim e em dezembro de 1948, elevado a Município, então, com nome de Conchal.

GENTÍLICO: CONCHALENSE
FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA
Distrito criado com a denominação de Conchal, por Lei Estadual nº 1725, de 30 de dezembro de 1919, no Município de Mogí-Mirim.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Conchal figura no Município de Mogí-Mirim.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o Distrito de Conchal é apenas Judiciário e figura no Município de Mogí-Mirim.
No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Distrito de Conchal permanece no Município de Mogí-Mirim.
No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, o Distrito de Conchal permanece no Município de Mogí-Mirim, assim figurando no quadro fixado, pelo Decreto-lei nº 14334, de 30 de novembro de 1944, para vigorar em 1945-1948.
Elevado à categoria de município com a denominação de Conchal, por Lei Estadual no 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado de Mogi-Mirim. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se, no dia 09 de abril de 1949.
Fixado o quadro territorial para vigora nos períodos de 1949-1953 e 1954-1958, o Município é constituído do Distrito Sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Lei Estadual no 3198, de 23 de dezembro de 1981, cria o Distrito de Tujuguaba e incorpora ao Município de Conchal.
Em Divisão territorial datada de 01-VI-1995, o município é constituído de 2 Distritos: Conchal e Tujuguaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.17.2