Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Resto de mata em frente da 'cuesta' : Corumbataí (SP) - 1957
Veja mais fotos

História

CORUMBATAÍ SÃO PAULO
HISTÓRICO

Em 1921, foi concedida ao capitão das Ordenanças de Jundiaí, Francisco da Costa Alves, a Sesmaria do rio Corumbatahy que, por volta de 1880, passou à propriedade do Governo Estadual. A região foi assim denominada em virtude do rio local que, na linguagem indígena, significa rio do peixe corumbatá.
O povoado nasceu junto ao ponto de parada ou pequena estação, construída em 1885 por ação da Empresa Barão do Pinhal & Cia. , na ligação férrea entre as cidades de Rio Claro e São Carlos.
O desenvolvimento começou, somente a partir de 1905, quando Jorge Tibiriçá e Carlos Botelho, Presidente do Estado de São Paulo e Secretário da Agricultura, respectivamente, promoveram uma colonização racionalizada instalando um núcleo que passou a receber imigrantes Russos, Alemães, Letos, Italianos e Espanhóis, aos quais foram oferecidas facilidades para fixação.
O êxito do núcleo Jorge Tibiriçá levou o Governo a adquirir, em 1818, as fazendas Boa Vista e Santana de Baixo para loteamento, anexando-os ao núcleo já formado. Ainda neste ano, Corumbatahy recebia de Rio Claro os primeiros fios de energia elétrica, que contribuíram largamente para o desenvolvimento da região.
Em 1919 o povoado foi elevado à categoria de Distrito de Paz, mantendo o nome da região, Corumbataí, compreendendo também os povoados de Morro Grande (hoje Ajapi) e Ferraz.
Em 24 de dezembro de 1948, pela Lei nº 233, Distrito de Paz de Corumbataí foi elevado a Município, ficando assim desmembrado de Rio Claro, e também perdendo os povoados de Ferraz e Morro Grande, que passaram a pertencer ao município de Rio Claro.
Em 1950, foi criado o dia do município, que deveria ser comemorado no dia 19 de março, dia de São José (padroeiro do município).

GENTÍLICO: CORUMBATAIENSE
FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA
Distrito criado com a denominação de Corumbataí, por Lei Estadual nº 1669, de 27 de novembro de 1919, no Município de Rio Claro.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Corumbataí (Corumbatahy) figura no Município de Rio Claro.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o Distrito de Corumbataí é apenas judiciário e figura no Município de Rio Claro.
No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Distrito Corumbataí, permanece no Município de Rio Claro.
No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30-XI-1938, para 1939-1943, o Distrito de Corumbataí permanece no Município de Rio Claro,
Assim figurando no quadro fixado pelo Decreto-lei Estadual n.º 14334, de 30-XI-1944 para 1945-1948.
Elevado à categoria de município com a denominação de Corumbataí, por Lei nº 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrado de Rio Claro. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1949.
Fixado o quadro para vigorar no período de 1949-1953, o município é constituído do Distrito Sede.
Assim permanece no quadro fixado pela Lei nº 2456, de 30-XII-53 para o período 1954-1958.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33