Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Ciclovia : Praia Grande, SP - 2007
Palácio das Artes : Praia Grande, SP - 2008
Portinho : Praia Grande, SP - 2012
Praça A Tribuna : Praia Grande, SP - 2008
Praça da Paz : Praia Grande, SP - 2014
Praça Lions : Praia Grande, SP - 2015

História

As terras que pertencem a Praia Grande hoje em dia pertenciam antigamente à capitania de São Vicente que, tempos depois, virou capitania de São Paulo e, séculos mais tarde, estado de São Paulo.
O rei de Portugal entregou a capitania de São Vicente a um nobre chamado Martim Afonso de Souza, que esteve aqui, explorando a terra e fundando vilas, entre os anos de 1532 e 1533. Depois disso, nunca mais voltou. Ficou envolvido com expedições que iam para as Índias buscar riquezas para vender na Europa. Quem administrava a capitania era sua mulher, Ana Pimentel, que enviava para cá outros administradores.
Toda a capitania era administrada por pessoas que viviam na vila de São Vicente, fundada em 1532. Nesta vila se instalaram os primeiros portugueses que vieram colonizar a região e que investiram aqui nos primeiros engenhos de produzir açúcar.
Praia Grande, hoje município do estado de São Paulo, pertenceu à cidade de São Vicente até 1967, quando ocorreu sua emancipação política.
A emancipação política não aconteceu de repente, nem foi vontade de uma pessoa só. As pessoas que aqui moravam não estavam contentes com os problemas que enfrentavam, como a falta de saneamento, escolas, transporte, hospitais, abastecimento de água, luz, vias de acesso. Por isso, os moradores do bairro de Solemar viram a possibilidade de se desmembrar de São Vicente e de Praia Grande ganhar autonomia. Em 1953, Júlio Secco de Carvalho, liderou o movimento juntamente com Nestor Ferreira da Rocha, Heitor Sanchez Toschi, Israel Grimaldi Milani e Dorivaldo Loria Junior, entre outros.
Houve muita resistência por parte de São Vicente, pois significava a perda de 24 quilômetros de praias. Foi realizado em 1963 um plebiscito, mas isso não garantiu ainda a emancipação da cidade.
Só em 19 de janeiro de 1967 a emancipação aconteceu. O engenheiro Nicolau Paal foi nomeado interventor federal no município, com instalação provisória da prefeitura no Ocian Praia Clube. A primeira eleição municipal na Praia Grande foi realizada em 15 de novembro de 1968. Tendo como prefeito Dorivaldo Loria Junior.
O topônimo Praia Grande decorre da extensa praia - cerca de 40 quilômetros - que lhe serve de divisa territorial, e que os primitivos habitantes já chamavam de “peaçabuçu”, o porto grande.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Praia Grande, pela Lei Estadual n.º 5.285, de 18-02-1959. Criado com terras desmembradas do distrito de Solemar, subordinado ao município de São Vicente.
Elevado à categoria de município com a denominação de Praia Grande, pela Lei Estadual n.º 8.092, de 28-02-1964, desmembrado de São Vicente. Sede no atual distrito de Praia Grande (ex-localidade). Constituído de 2 distritos: Praia Grande e Solemar, ambos desmembrados do município de São Vicente. Instalado em 19-01-1967.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 2 distritos: Praia Grande e Solemar.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte

Praia Grande (SP). Prefeitura. 2014. Disponível em: http://www.praiagrande.sp.gov.br/. Acesso em: jan. 2014.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0