Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

SANTO ANTÔNIO DA ALEGRIA SÃO PAULO
HISTÓRICO
Ás margens do ribeirão Pinheirinho, afluente do Rio Sapucaí-Mirim, localiza-se a sede de Santo Antônio da Alegria.
Seu povoamento iniciou-se a partir de 1860, em torno da capela de Cuscuzeiro, fundada por Francisco Antônio Mafra, onde os viajantes faziam pouso entre São Paulo e Minas Gerais.
A capela de Cuscuzeiro foi elevada a freguesia (Distrito de Paz) em fevereiro de 1866, com o nome de Santo Antônio da Alegria em louvor a Santo Antônio.
Em abril de 1873, a freguesia foi incorporada ao Município de Cajuru e em março de 1885 ganhou autonomia político-administrativa.
Por estar situada na divisa entre São Paulo e Minas Gerais, na revolução constitucionalista de 1932 foi campo de operações bélicas, criando-se uma situação especial, até 1937, quando a sede do Município foi dividida, parte em São Paulo e parte em Minas Gerais.
GENTÍLICO: ALEGRIENSE

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA
Vila criada por Lei Provincial nº 21, de 10 de março de 1885. Desmembrada do Município de Cajuru. Instalada em 7 de abril de 1890. Cidade por Lei Estadual nº 1038, de 19 de dezembro de 1906.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de Santo Antônio da Alegria se compõe de 1 único Distrito, Santo Antônio da Alegria, criado por Lei Provincial nº 7, de 28 de fevereiro de 1866, sendo transferido do Município de Batatais para o de Cajuru por Lei Estadual n.º 41, de 3 de abril de 1873.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Santo Antônio da Alegria compõe-se de 1 só Distrito, Santo Antônio da Alegria.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Santo Antônio da Alegria pertence ao termo judiciário de Cajuru, da comarca de Cajuru, e figura com 1 só Distrito, Santo Antônio da Alegria.
No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, o Município de Santo Antônio da Alegria é composto de 1 único Distrito, Santo Antônio da Alegria.
Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Santo Antônio da Alegria ficou composto de 1 Distrito, Santo Antônio da Alegria, comarca de Cajuru, assim permanecendo nos quadros territoriais fixados pelas Leis nos 233, de 24-XII-48 e 2456, de 30-XII-53 para vigorar respectivamente, em 1949-53 e 1954-58, comarca de Cajuru.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.32