Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Cidades

O Cidades é uma ferramenta para se obter informações sobre todos os municípios do Brasil num mesmo lugar. Aqui são encontrados gráficos, tabelas, históricos e mapas que traçam um perfil completo de cada uma das cidades brasileiras.

Gentílico: piatãense

Histórico

Piatã
Bahia — BA

Histórico

O povoamento do território iniciou-se, na metade do Século XVII, por garimpeiros à procura de ouro e pedras preciosas. A descoberta das minas das serras da Tromba e Santana, atraiu grande número de garimpeiros, que ali se estabeleceram, formando o povoado Bom Jesus dos Limões.
No início do Século XVIII, o arraial já contava com considerável número de habitantes e um comércio bastante desenvolvido.
Em 1842, criou-se o distrito com o nome de Bom Jesus do Rio de Contas, subordinado ao município de Minas do Rio de Contas.
Alterou-se o topônimo para Anchieta, em 1931, e para Piatã em 1948.
O topônimo é um vocábulo tupi que significa o pé firme, a fortaleza.
Os nativos de Piatã são chamados piatãenses.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Bom Jesus do Rio de Contas, pela lei provincial nº 169, de 25-05-1842, subordinado ao município de Minas do Rio de Contas.
Elevado á categoria de vila com a denominação de Bom Jesus do Rio de Contas, pela provincial nº 1813, de 11-07-1878, desmembrado de Minas do Rio de Contas. Sede no distrito de Bom Jesus do Rio de Contas. Constituído de 5 distritos: Bom Jesus do Rio de Contas, Carrapato, Catolés, Sumidouro e Tabocas.
Pela lei provincial nº 2383, de 13-06-1883, é criado o distrito de Carrapato e anexado a vila de Bom Jesus do Rio de Contas.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 5 distritos: Bom Jesus do Rio de Contas, Carrapato, Catolés, Sumidouro e Tabocas.
Pela lei municipal nº 30, de 24-04-1916, aprovada pela lei estadual nº 1162, de 09-08-1916, o distrito de Tabocas tomou o nome de Abaíra.
Pela lei municipal nº 31, de 29-06-1916, aprovada pela lei estadual nº 1162, de 09-08-1916, é criado o distrito de Ipiranga e anexado a vila de Bom Jesus do Rio da Contas.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 5 distritos: Bom Jesus do Rio de Contas, Abaíra (ex-Tabocas), Catolés, Ipiranga, Sumidouro. O distrito de Carrapato passou a pertencer ao município de Guarani.
Pelos decretos estaduais nºs 7455, de 23-06-1931 e 7479, de 08-07-1931, o município de Bom Jesus do Rio de Contas tomou a denominação de Anchieta. Por este ultimo decreto 7479, o município de Anchieta adquiriu o território do extinto município de Guarani com simples distrito.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município Anchieta constituído de 8 distritos: Anchieta (ex-Bom Jesus do Rio de Contas), Abaíra, Cabrália, Catolés, Guarani, Ipiranga e Palmares (ex-Carrapato) . Não figurando o distrito de Sumidouro.
Pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944, o município de Anchieta tomou a denominação de Piatã os distritos de Ipiranga a chamar-se Inúbia, Palmares a denominar-se Bastião e Guarani tomou o nome de Boninal.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 7 distritos: Piatã (ex-Anchieta), Abaíra, Bastião (ex-Palmares), Boninal (ex-Guarani), Cabrália, Catolés, Inúbia (ex-Ipiranga).
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Pela lei estadual nº 1622, de 22-11-1962, desmembra do município de Piatã os distrito de Abaíra e Catolés para constituir o novo município de Abaíra.
Pela lei estadual nº 1688, de 23-04-1962, desmembra do município de Piatã os distrito de Boninal e Bastião para constituir o novo município de Boninal.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Piatã, Cabrália e Inúbia.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas municipais

Bom Jesus do Rio de Contas para Anchieta, alterado pelos decretos estaduais nºs 7455, de 23-06-1931 e 7479, de 08-07-1931.
Anchieta tomou a denominação de Piatã, alterado pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944.

Fonte

IBGE


© 2016 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística